Header image

Cabo Flexível e Fio Elétrico Rígido – Qual a diferença? Qual melhor opção?

19 de junho de 2020Cabeamento Estruturado , Dicas , Eletricidade , Notícias , Rede Estruturada , tecnologia

Você sabe qual a diferença entre cabo flexível e fio elétrico rígido? Hoje vamos falar sobre o uso e os principais pontos que fazer a escolha correta.

O funcionamento entre o fio elétrico rígido e o cabo flexível é igual. Você possui o fio de cobre por dentro, mas quando utilizamos o tipo flexível, fica mais fácil a sua utilização e fazer possíveis emendas.

Você sabia que um dos maiores desafios nas obras é justamente a má combinação entre eletricista e emendas? Aquele jeitinho brasileiro que às vezes queremos dar, pode comprometer o projeto e o barato, sair caro.

O fio tem data de validade

Você sabia? Pois bem! Um bom fio tem em média 25 anos de duração, respeitando as bitolas de cada obra, onde pode variar de 1,5m a 2,5mm.

Esses fios então fazem aquele velho exercício da escola, onde trabalhamos a condução de energia, junto com o cobre ou silicone para proteger essa voltagem.

Diferença entre o fio rígido e o cabo flexível

O flexível possui mais de um fio de cobre, já o rígido apenas um, o que dificulta nas emendas. Lembrando que não [é apenas o tipo de fio e sim a qualidade dele e da sua instalação também.

Dica extra: invista em fitas isolantes ou caso tenha umidade, invista em fitas de alta fusão, já que a isolante pode ressecar e deixar seu fio exposto na umidade. Lembre-se que não é apenas a estética da sua iluminação e sim a segurança que ela apresenta a você e aos moradores da residência.

Você sabe o que tem em cima do seu forro de gesso?

Às vezes, nós, meros consumidores, nem nos atentamos aos conduítes e circuitos da nossa eletricidade, como estamos planejando cada fiação. Por isso a pergunta, você sabe o que está por cima do seu forro de gesso? A qualidade e segurança da iluminação está além de uma lâmpada de qualidade e sim da estrutura que entregamos antes de instalar essas lâmpadas, lustres, spots, pendentes, abajures e afins.

O cobre vai conduzir a energia, com isso haverá automaticamente um aquecimento, por isso precisamos preservar e isolar de forma correta. O campo magnético com os elétrons e ondas precisam de espaço para ventilar e ajudar a resfriar essa eletricidade. Deste modo, não se esqueça, contrate um especialista no assunto.

Dúvidas? Entre em contato com um de nossos especialistas:

(31) 2342-0880 / (31) 9527-7962

(31) 99161-8820 Whatsapp

Email: contato@r2asistemaseletricos.com.br

 

 


Related post


Leave A Comment

Your email is safe with us.